terça-feira, 22 de abril de 2008

Para ler ouvindo Kraftwerk

As chamadas Ciências da Complexidade do século 20 nos permitem pensar sobre a pertubadora possibilidade de ampliação de nosso mundo real. No lugar de simulacros e simulações, virtualidades reais sem nenhum referente concreto. A Biotecnologia (que manipula a escritura básica da vida), a Nanotecnologia (que intervém sobre a estruturação básica da matéria) e a Cibernética (que opera no nível básico da cognição) predispõem a constituição de um novo homem que, ao invés de dispor de interfaces mediadoras entre ele e o mundo, passará a assimilar as próteses tecnológicas gerando uma nova configuração planetária composta por homens-máquinas e por máquinas-homens. Afinal, tal como uma célula se conecta em rede com outros corpos celulares, cérebros poderão se concatenar com outros cérebros por meio de conexões internalizadas.
Um estranho estranho estranho mundo construído e desejado por todos nós. Duvidas? Tens o direito! Mas por falar nisso, você já se cadastrou ao Joost, free online television? Se não, sign in! Cumprido a exigência de cadastro, assista ao documentário Beyond Human: the emotional robot e conheça algumas das pesquisas básicas de um cibernética em fluxo.

Um comentário:

gi galvão disse...

musique_non_stop.mp3